terça-feira, 31 de agosto de 2010

Pergunta feita por Amy, usuária do Yahoo!Respostas, sobre Reencarnação e justiça divina. Leia abaixo a resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Se existe somente uma vida, Deus então é injusto?


Se existisse somente essa vida para errarmos e acertarmos, todos deveriam nascer na mesma condição (perfeitos, com familia, casa, comida, etc...) O pq dessa injustiça das pessoas serem diferentes, ricas pobres, deficientes??


Não consigo entender esse pessoal que nao acredita em reencarnação, ela é a explicação para tudo o que vivemos hoje e toda a evolução da historia da humanidade!!


E outra, se daqui morremos e nao voltamos, o inferno/ceu deve estar bem lotado pois quantas almas ja nao se foram nesses anos todos?!!

===================
 
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Amy Cahill
Boa tarde!

É ai que entra a maravilhosa Graça oferecida por Deus através do sacrifício de Cristo na cruz.

Todos podem crer em Jesus como Senhor e Salvador. Não importa se é rico, ou pobre, não importa a cor, sexo, idade. Todos podem arrepender-se dos seus pecados e experimentar como é lindo ser cristão.

O que você precisa entender é que não há como acertarmos nossos erros e "merecermos" a salvação. Todos somos pecadores perdidos. É impossível ao homem salvar a si mesmo. É por isto que Jesus morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados e completamente de graça nos dar a salvação eterna.

A Graça de Deus é realmente de graça.

Graça é um favor imerecido. Recebemos algo mesmo não sendo merecedores.

Por quê? Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho Unigênito para que todo o que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna.

Esta promessa maravilhosa é para você também.

Em nome de Jesus, arrependa-se de seus pecados e creia em Jesus como teu único e suficiente Salvador, e certamente você experimentará a paz real. A certeza de vida eterna junto a Deus.
Que o Senhor te abençoe.

Creia:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pergunta feita por "Sos", usuário do Yahoo! Respostas, sobre milagres. Leia abaixo a Resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Você já presenciou a um milagre, mesmo que pequeno?





================
Resposta do Rev. Ari:

Olá Sos
Boa Tarde

Sim, já presenciei.

Muitos anos atrás eu estava em um evento cristão na cidade de Porto Alegre. Estávamos todos reunidos no Parque da Harmonia, local escolhido para o evento. Toda a estrutura necessária para as atividades programadas havia sido montada no dia anterior. Tudo parecia estar correndo dentro do que era esperado. Porém, no dia do evento o tempo começou a mudar repentinamente.

Chovia muito naquele dia desde cedo da manhã. Faltava poucos minutos para o evento começar e a chuva não dava sinais de parar. Apesar do tempo chuvoso não colaborar muito, já havia realmente muitos visitantes no local. De acordo com os dados coletados até aquele momento, seriam cerca de 2500 pessoas.

Não tendo mais como esperar, o responsável pelo evento decidiu começar assim mesmo com chuva. Apesar do mau tempo todos permanecemos firmes de guarda-chuvas abertos esperando o inicio da programação. Então em meio à chuva que caia, o pastor responsável pela pregação, veio até o palco protegido por seu guarda-chuva e perguntou: Vocês crêem que se nós orarmos pedindo, Deus pode fazer a chuva parar?

Aquela pergunta tão simples ecoou no meio da multidão... Era muita chuva.

Mas mesmo parecendo impossível, como que em coro, todos responderam: SIMMM, e o pastor completou: então vamos orar....

“Senhor meu Deus...”

Feita a oração, ainda chovia bastante naquele momento, o pastor fechou o próprio guarda-chuva, e disse: se você crê que Deus vai atender nossa oração feche o seu guarda-chuva... Centenas e centenas de guarda-chuvas fecharam-se ao mesmo tempo... A cena foi linda.

Em instantes a chuva parou completamente. O céu se abriu e surgiu um sol lindo... até andorinhas passavam voando, alegres pelo sol que começou a brilhar.

...(quando lembro o episódio meus olhos enchem-se de lágrimas - o Poder de Deus é maravilhoso - Louvado seja o teu Santo nome, Aleluia)...

É indescritível o espanto que tomou conta de todos. Um silêncio gigantesco que durou algumas frações de segundos, foi rompido por gritos de Glórias a Deus e Aleluias... rsrsrs

Eu fiquei mais maravilhado ainda, quando uma "tribo" de Punks que freqüentava o local ficou totalmente estarrecida com o milagre, e lembro-me quando um deles que antes fazia bagunça no meio do povo, repemtinamente parou boquiaberto olhando para o céu e para os seus colegas, e comentou: ele "rezou" e a chuva parou!?!? Como ele fez isto!?!?!?

O rapaz ficou tão espantado com o que presenciou que parou de fazer bagunça e começou a prestar atenção no evento (rsrsrs... acho que este foi outro milagre).

Enfim, o evento foi um sucesso. E para honra e glória de Deus muitas pessoas creram em Jesus como Salvador.

Certamente o Evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.

Desculpe-me pela simplicidade do relato, mas creio que Deus age até nas coisas mais simples.

Que Deus o abençoe.

Creiam nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

domingo, 29 de agosto de 2010

Pergunta feita por Lilian, usuária do Y!R, sobre relacionamentos, e Jugo desigual. Leia a resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Meu namorado não é evangélico,eu sendo evangélica estaria pecando namorando com ele?




=================

Resposta do Rev. Ari:

Olá Lilian Pop
Bom dia!

Não se trata de estar pecando ou não. O fato é que esta relação tende a ter alguns problemas no futuro.

Veja bem, o Apóstolo Paulo recomenda: Não vos ponhais em jugo desigual...por que será que ele diz isto? Por que ele usa este exemplo tão simplório?

É simples. Veja este exemplo: Suponha que você decidisse atrelar um boi e um cavalo na mesma carreta, e os unisse com uma canga, ou jugo que tivesse tamanhos diferentes para cada um deles, qual seria o resultado?  Seria o pior possível, pois eles não conseguiriam se mover de igual modo ao mesmo tempo... ou seja, a carreta não se moveria como deve. Assim também é nos casamentos e relacionamentos entre pessoas que não professam a mesma fé. Parece que tudo irá bem, mas infelizmente com o passar do tempo percebe-se que a "carroça" não se move como deveria.

Pode ocorrer futuramente de você decidir ir para a igreja e ele preferir ir a outro local...você preferir literatura cristã...e ele qualquer outra...Na hora das dificuldades você buscará o Deus verdadeiro e ele....

Supondo que vocês casem e tenham filhos, você preferirá educar os filhos na fé cristã...ele porém poderá pensar diferente...afinal é um direito dele...

Enfim, são pequenas diferenças que podem futuramente influenciar negativamente no relacionamento.

Evidentemente se há amor verdadeiro, respeito e uma boa dose de amizade e companheirismo entre vocês, os problemas decorrentes desta união serão bem mais fáceis de serem administrados.

Mas lembre-se, namoro não é "meio" evangelístico. Não é correto você pensar que só por que vocês estão namorando... ele se tornará cristão. Nem mesmo ele está obrigado a aceitar o seu modo de pensar.

Portanto, a grande verdade é que se você pode sair desta relação isto seria o melhor a fazer. Se não é mais possível sair, ore e peça a Deus que te dê sabedoria para lidar com as dificuldades futuras.

Deus a abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

sábado, 28 de agosto de 2010

Pergunta feita por João Pedro, usuário do Y!R, sobre preconceito contra os Espíritas. Veja a resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Por que tanto preconceito?
Por que por parte dos protestantes existe tanto preconceito contra os espíritas???
A primeira coisa que uma amiga evangélica me disse quando eu disse ser espírita foi: VC é do mal. O espíritismo não vai contra a Bíblia ou o envangelho.


==============
Resposta do Rev. Ari:

Olá João Pedro
Boa tarde!

Não se trata de preconceito.

Quero deixar bem claro que Deus ama a todos sejam eles evangélicos, espíritas, ateus...enfim, Deus ama a todos de igual modo. Tanto isto é verdade que a Bíblia ensina que "Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho Unigênito para que todo o que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna". Esta promessa é para todas as pessoas, todos mesmo, sem excessão alguma.

Porém é muito importante você saber que embora Deus ame a todos, todavia Deus não ama o pecado que habita nas pessoas. Sendo assim, qualquer pessoa que vive em pecado, consequentemente vive afastada de Deus. Ora, a Bíblia ensina claramente o que é, e o que não é pecado. Neste ponto é fundamental saber também que tudo o que desagrada a Deus é pecado. Sendo assim, até mesmo religiões honestas, e sinceras, mas que no seu "modus operandis" contrariam os preceitos bíblicos são pecado, e consequentemente conduzem seus seguidores ao pecado, e por fim ao inferno. E aqui posso afirmar para você, o Espiritismo não é uma religião cristã. Nem tem a aprovação de Deus. Na verdade até mesmo contraria a palavra de Deus, e ensina doutrina de espíritos enganadores (I Tm 4.1,2).

A grande questão é como saber se uma religião é ou não pecado? Simples, basta comparar sua religião com o que a Bíblia em sua totalidade ensina sobre todos os que amam e adoram a Deus. Se ao fazer isto você perceber que sua religião, digamos assim, "destoa", ou mesmo contraria a Palavra de Deus, então está na hora de você repensar seus conceitos, está na hora de você repensar sua vida e o quanto antes sair desta religião, pois insistir em algo deste tipo não irá acabar bem. Lembre-se, importa muito mais agradar a Deus do que aos homens.

Resumidamente falando, só é verdadeiramente cristã aquela religião que aceita a Bíblia como um todo, e pratica seus ensinamentos. Assim sendo, se o meio religioso onde você está aceita parte da Bíblia e outra parte não aceita, ou inclui a tradição e documentos extra bíblicos para formar seus dogmas, ou práticas, então desconfie e comece a correr, pois algo está errado.

Por que digo que não é preconceito? Porque é Deus, pela Sua Santa Palavra, na pessoa de Jesus Cristo, e através de Seu Espírito Santo, quem nos chama ao arrependimento, e também é Ele quem nos envia a contar aos povos que ainda é tempo de Salvação. Que você ainda pode vir e render-se aos pés do Senhor. Que você em amor pode opor-se a religiões, e tudo o mais que afasta o homem de Deus (II 4.1-4).

Não é preconceito, é uma verdadeira demonstração de amor cristão. Pois ao agirmos assim estamos zelando pela pregação do Santo Evangelho, do qual não me envergonho pois é Salvação para todo o que crê.

Que o Senhor te abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Filho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Pergunta feita pelo Vitor, usuário do Y!R, sobre os Magos que visitaram Jesus. A resposta do Rev. Ari foi escolhida pelo autor da pergunta como a melhor. Acompanhe:

Se Deus condena a magia, então porque os 3 reis MAGOS?

Complementando a pergunta do Vitor:

Na Biblia Deus proibe e até condena os mágicos, como pode agora Ele permitir que os 3 reis Magos visitem Jesus? 


===============
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Vitor
Boa tarde!

Embora seja muito comum esta idéia de “Três Reis Magos”, tão comum que faz parte de quase todas as peças de teatro, e filmes Natalinos, ainda assim isto não passa de mera tradição humana. A Bíblia não relata quantos Magos eram, nem tão pouco os chama de Rei. (ver Mt 2.1)

Alguns concluem que eram três por causa da quantidade de presentes que foi dado. Mas isto é simples especulação humana, sem qualquer amparo bíblico. Evidentemente como a palavra “Magos” está no plural apenas podemos concluir que certamente era mais de um.

Também não há amparo bíblico para se saber a idade ou o nome destes Magos. Vale lembrar que tudo o que vá além do que a Bíblia revela não passa de suposição, e muitas vezes é fruto da arrogância e insistência humana em colocar palavras na boca de Deus.

Outra coisa é o momento em que visitaram Jesus. Segundo alguns a visita teria sido imediatamente após o nascimento de Cristo, mas também aqui não há respaldo bíblico.

É bem possível que antes que os magos chegassem a Belém, Jesus tenha sido levado para Jerusalém, para ser apresentado no Templo, e de lá tenha voltado a Belém.

Na verdade, examinando atentamente o texto bíblico, podemos concluir que há uma grande possibilidade que esta visita tenha ocorrido quando Jesus já tinha entre um e dois anos de idade. (Mt 2.16)

Bem, sua pergunta é quanto ao fato de serem Magos, e o fato de Deus ter permitido a visita deles, pois no seu entendimento Mago quer dizer o mesmo que Mágico.

A palavra “Magos” aqui neste versículo bíblico aparece no sentido de “Homens Sábios”, e não de Mágico. A verdade é que talvez fossem astrólogos ou astrônomos, pois, segundo consta, viram uma estrela e foram até a região onde nascera Jesus. Assim, os magos sabendo que se tratava do nascimento de um rei, foram ao palácio do rei Herodes em Jerusalém.

De um modo ou de outro sabemos que eles não pertenciam ao povo de Deus. E nisto mesmo consiste o maravilhoso milagre de Deus: Alguns representantes do “mundo pagão” tendo acesso direto ao Salvador da Humanidade. E mais, prostrando-se diante dEle para adorá-lo.

Eis ai a mensagem de Deus: Jesus nasceu, viveu, e também morreu por todos. Não só pelo povo que já era dEle, mas todos, independente de sua origem.

Isto não quer dizer que Deus concorda com Magia, Astrologia, e tudo o mais que Ele mesmo condena em toda a Bíblia, mas quer dizer que em Jesus a “Porta da Graça” se abriu, isto quer dizer que a partir de Jesus Cristo, e através dEle, não só os Sacerdotes de Israel, mas todas as pessoas têm acesso a Deus.

Assim como sabemos que os magos não pertenciam ao povo de Deus, sabemos também que toda humanidade é pecadora e carece da Glória de Deus. Porém, através de Jesus Cristo, Deus nos resgata e nos leva para junto de Si.

A Palavra de Deus é clara: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa”.

Vem pra Jesus!

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

================
Comentário do autor da pergunta:

Ótima resposta. Obrigado. 

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Pergunta feita por Kagemusha, usuário do Y!R, sobre conversão. Veja a resposta do Rev. Ari. Acompanhe abaixo:

Existe mesmo uma passagem na Bíblia que diz que a conversão de alguém não pode ser forçada ou imposta, e tem que vir "de dentro"?

Parece que ouvi falar disso, mas nunca encontrei, e parece que nenhum religioso tem interesse que as pessoas saibam dela, se existir. Vocês sabem qual seria?

===============
 
Resposta Rev. Ari:
 
Olá Kagemusha
Bom dia!

A sua pergunta é bem oportuna.

Na verdade a Bíblia rejeita a idéia de que alguém possa ser convertido à força, coisa que também devemos rejeitar veementemente, todavia não há na Santa Palavra de Deus um versículo específico, escrito exatamente como você citou na pergunta. O mais próximo disto é:

"(...) Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos". (Zacarias 4:6)

A boa notícia é que existem centenas de versículos que deixam bem claro que a conversão não é obra da vontade, ou imposição humana, senão que é verdadeira Obra do amor de Deus na vida do convertido.

Qualquer pessoa que seja "convertida" a força, não só não está convertida, como também quem a forçou não é um cristão verdadeiramente convertido. Pode ser um simpatizante do cristianismo, pode ser mais um doido tentando consertar o mundo a força, mas definitivamente não é um cristão.

Em sua pergunta você também fala, referindo-se a este suposto versículo que: "nenhum religioso tem interesse que as pessoas saibam dela...".

Bem, se por "religioso" você está se referindo a cristãos verdadeiros, então sua informação está muito errada, visto que a maior alegria de um cristão é poder ensinar a Palavra de Deus como ela é sem aumentar nem diminuir nada. E também o cristianismo não é uma religião de mistérios, os quais são revelados conforme você sobe de nível. O cristianismo não só não é envolto em mistérios, como é o próprio Espírito Santo pessoalmente quem se encarrega de nos ensinar tudo o que precisamos saber:

"mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito." (Jo 14.26)

E ainda, referindo-se a conversão você diz que: "... tem que vir "de dentro"...

Entendo que você pense assim justamente por não conhecer a verdade, neste caso, no que diz respeito à conversão é importante você saber que ela não vem de "dentro" como se dependesse de nós, como se fosse algo latente, esperando a hora de nos decidirmos por ela, para então "saltar" para fora. Na realidade a humanidade em seu estado natural é completamente incapaz de prover a própria salvação, é inimiga de Deus e amiga do pecado.

Além do mais a própria Bíblia responde esta questão quando nos ensina como somos salvos:

"(...) Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. (Jo 1:11-13)

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie...". (Efésios 2:8-9)

"(...) Que naquele tempo estáveis sem Cristo, (...), (...), não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto". (Efésios 2:12,13)

É isto. Somos salvos não por imposição de alguém, nem pela simples vontade humana, mas pela ação do Espírito Santo que nos faz ver que Deus por seu infinito Amor nos deu seu Filho Unigênito para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Como o Espírito Santo faz isto? É bem simples, através da Santa Palavra de Deus Ele nos convence do pecado, da justiça e do juízo. Então quando, pela ação do Espírito Santo, percebemos nossa condição de pecadores temos a oportunidade de rejeitar o pecado e apegarmo-nos ao convite gracioso de nosso Salvador Jesus Cristo que diz:

“Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei...”

Vem pra Jesus!

Que Deus te abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Pergunta feita por "Juca Chaves", usuário do Y!R, sobre ser convertido e continuar pecando. Acompanhe:

Por que mesmo depois de convertido continuo em pecado?



Sou um homem casado há 20 anos. Amo minha esposa. Não imagino minha vida sem ela.
Eu era católico, há uns 13 anos me envolvi com uma amiga da minha mulher. Depois de terminado, fiquei arrasado. Um amigo me convidou para ir à igreja evangélica dele. Dois anos depois eu estava convertido.


Agora, passados quase 5 anos, caí no pecado novamente...


Não sei o que faço.

==================
Resposta do Rev. Ari:

Olá Juca Chaves
Boa tarde!

A sua situação é bastante triste, mas não muito diferente de muitos outros cristãos que após terem uma vida repleta de bênçãos acabam caindo no "laço do passarinheiro".

A origem do mal é sempre a mesma. A diferença fica por conta da maneira e dos motivos pelos quais alguém pode cair. No seu caso você já sabe qual a sua fraqueza.

Por isto Tiago ensina:

"Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte". (Tg 1.12-15)

O apóstolo Paulo, inspirado por Deus escreve com muito acerto:

“Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia (1 Corintios 10:12)”.

Sua pergunta é: "Por que mesmo depois de convertido continuo pecando".

Primeiro é necessário você entender que tanto cristãos, como os não cristãos estão sempre sujeitos ao pecado, a diferença  se dá no fato de que o cristão, amparado pelo Espírito Santo, vai rejeitar o pecado, enquanto o não cristão muitas vezes, além de se apegar a determinadas práticas condenadas pela Palavra de Deus, talvez até nem aceite que tal conduta seja vista como pecado.

Mas por que então alguns cristãos não tão "neófitos" assim, caem em pecados grosseiros? Porque a verdade é que em alguns casos, quanto mais tempo o cristão tem de vida cristã, tanto mais fácil é de cair, pois além das tentações que nunca param, ele próprio, talvez por considerar-se suficientemente maduro e seguro de si, se descuida de sua vida devocional, e consequentemente a queda é certa. Coisa que raramente acontece no começo da vida cristã visto que a empolgação do "primeiro amor" o leva a zelar pela sua fé.

Então meu conselho para você é: ARREPENDA-SE E ABANDONE O PECADO ENQUANTO É TEMPO.

Volte ao "primeiro amor". Não dê oportunidade ao Diabo.

Se você realmente ama sua esposa e quer sair desta situação, em primeiro lugar procure o seu pastor e peça orientação a ele. Em seguida, de acordo com a orientação recebida, converse com sua esposa sobre o que está acontecendo, ela é a parte ofendida, merece todo o respeito, e acima de tudo tem direito de decidir que atitude tomar quanto ao que está ocorrendo em seu casamento. Só assim será possível ter uma vida cristã sadia ao lado da pessoa que você ama.

Que o Senhor, em Sua infinita misericórdia, possa amparar você e sua esposa nesta hora de tribulação.

Não sofras mais, Jesus te ama.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!
====================

Comentário do autor da pergunta:

Rev. Ari, também sou grato às suas palavras, mesmo já tendo ouvido semelhantes.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Pergunta feita por Kelly, usuária do Y!R, sobre as dificuldades em sua vida. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

PORQUE AS VEZES PARECE QUE TUDO É IMPOSSIVEL?

Hoje me sinto triste, angustiada, desanimada, to grávida, tenho que comprar tudo e o meu sonho de casamento parece que cada vez mais ta impossível, o dinheiro não vai dar, as coisas parece que ta parando, me sinto ate as vezes que DEUS me esqueceu, que eu não vou conseguir, mesmo ao mesmo tempo crendo e confiando em DEUS, porque as privações da nossas vidas e tão difícil?

=================
 
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Kelly
Bom dia!

Não fique triste minha filha, Jesus te ama!

Certamente Deus não a abandonou. E porque eu creio que você está sinceramente consternada com esta situação, vou procurar te dar uma resposta honesta e também sincera.

Em primeiro lugar quero que você saiba que Deus em momento algum abandonou, ou abandonará você. É a promessa dEle:

"(...) O SENHOR me desamparou, o Senhor se esqueceu de mim. Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti. (...)." (Isaías 49:14-16)

Segundo, se por um lado o Senhor não te esqueceu, por outro, é bem provável que você tenha "ligeiramente" esquecido de Deus ao começar sua vida adulta, senão vejamos:

Todas as espécies na terra seguem uma certa ordem estabelecida por Deus e que tem por fim garantir a harmonia na continuidade de suas vidas. Observemos os pássaros por exemplo.

Você jamais verá algum passarinho com ovinhos espalhados pelo chão sem ter um ninho para colocá-los. Por quê? Porque instintivamente os pássaros primeiro constroem os ninhos e depois procuram acasalamento. Jamais você verá, por exemplo, um João de Barro desesperado porque os ovos vão chocar e a casa não está pronta. Concorda?

Assim também é em nossas vidas. Há uma ordem natural que devemos seguir para que nossos planos possam dar certo. Toda vez que invertemos a ordem, isto provoca conseqüencias dolorosas, e as vezes até desastrosas.

É claro que Deus não está te punindo por isto. E tão pouco deu as costas a você. Mas será que vocês não haviam se esquecido dEle quando inverteram a ordem natural e começaram a familia sem ter condições de abrigá-la?

Sabe Kelly, nós podemos escolher nossas atitudes, mas jamais poderemos escolher as conseqüencias. Hoje o que vocês vivem é conseqüencia de algumas escolhas erradas. Sei o que estou dizendo porque minha própria filha passou por problemas semelhantes. E se eu que sou humano não a abondonei...quanto mais Deus que nos ama de modo incondicional jamais te abandonará.

Fique firme, o Senhor é contigo. Busque consolo na Palavra de Deus.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

=================

 Comentário do autor da pergunta:

Muito obrigada adorei todas as resposas mais esse aqui foi usado pra falar comigo.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Pergunta feita por "Eumesma", usuária do Y!R, sobre se religiões não cristãs são do diabo. Acompanhe:

Porque a galera teima em dizer que Umbanda, Espiritismo, Kardecismo, Candomblé e etc... São coisa do diabo?


Em especial os evangélicos, crentes, batistas, tj e etc.... Eu freqüento a Umbanda. Eles falam dos Orixás e e tal, mas que acima de tudo tem o poder maior que é DEUS. Lá eu vejo amor, caridade, solidariedade, fé... sem falsidade sabe... Nunca, ninguém me pediu um real que fosse, nem falam em dinheiro ou doação. Um dos (vários) princípios da Umbanda é a simplicidade, nada de templos enormes e cheios de coisas... Não é bem uma pergunta, queria a opinião de vocês

Obrigada

===============
 
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Eu mesma
Bom dia!


O fato de uma religião falar em amor não significa que ela sirva a Deus.

Evidentemente do ponto de vista social/humano qualquer religião que pregue o amor ao próximo, e que de preferência auxilie o próximo nas suas necessidades, é sempre bem vista pela sociedade. E de fato, devemos admitir que muitas destas religiões não cristãs realmente prestam um grande serviço a sociedade como um todo.

Mas se vamos falar em Deus, o Deus bíblico, aquele que professamos no credo apostólico, aquele a quem nos dirigimos no Pai nosso, então é importante observarmos as religiões a partir da Bíblia, isto é, quando você compara qualquer religião com o que está expresso nos textos bíblicos, em especial os do novo testamento, é ai que você vê qual religião é realmente cristã e serve ao Deus verdadeiro e qual não é. Ao fazermos isto percebemos que até mesmo algumas igrejas que se consideram cristãs evangélicas, de fato não o são, pois servem a tudo, menos a Deus.

Eu não duvido da tua sinceridade em relação a tua religião, mas o que deve nortear o verdadeiro pensamento cristão é a Bíblia. Quer dizer, a verdadeira regra de fé e prática cristã, não é a nossa sinceridade, não é a tradição da nossa igreja, nem a quantidade de obras que esta ou aquela religião faz, nem tão pouco a palavra do padre, sacerdote, pastor, guia espiritual...e etc, mas sim o que está escrito na Santa e Imutável Palavra de Deus.

Neste ponto, ao compararmos as práticas das religiões que você citou com a Palavra de Deus,  encontramos questões inconciliáveis. Ensinos impossíveis de serem admitidos como vindos de Deus.

Sendo assim, tais religiões são classificadas como descrito em I Timóteo 4.1: "Mas o Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão da fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios" (1 Tm 4.1)...

... e também em Gálatas 1.8: "Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema." 


Leia a Bíblia.

Deus a abençoe.
Jesus te ama, e quer te salvar.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Jr.
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

sábado, 21 de agosto de 2010

Pergunta do Lisandro, usuário do Y!R, sobre o batismos de Jesus. A Resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Como Jesus foi “batizado” com 30 anos, por João Batista, se o João Batista morreu em 27 d.C.?

É estranho Jesus ter sido batizado por João Batista aos 30 anos, já que o João Batista foi preso em 26 e morreu em 27 d.C.
Em “Antiguidades Judaicas” Flavio Josefo reporta a morte de João Batista a mando de Herodes Antipas, mas não mencionar Salomé, que só existe nas versões modernas.

==================
 
Resposta do Rev. Ari
 
Olá Lisandro
Bom dia!

Sua pergunta é interessante e oportuna. Porém, diferente do que muitos pensam não se trata de uma "contradição bíblica", mas sim de um erro na elaboração do nosso calendário.

O nascimento de Jesus é o episódio que evidentemente deveria assinalar o início da era cristã. Mas, devido a um erro de cálculo, cometido no século 6 d.C. pelo monge Dionísio, "o Pequeno", as duas datas não coincidem. Leia abaixo:

"Jesus nasceu durante o reinado de Herodes, o Grande, que os romanos haviam designado para governar a Judéia. Os calendários são contados a partir do ano em que se supõe ter nascido Jesus, mas as pessoas que fizeram essa contagem equivocaram-se com as datas: Herodes morreu no ano 4 a.C., de modo que Jesus nasceu 3 anos antes, quando dos censos do povo Judeu, que ocorreu, exactamente, 1 ano após os censos dos outros povos também subjugados ao poder Romano. Estes censos ocorreram para facilitar aos Romanos a contagem do povo e a respectiva cobrança dos impostos. Os Judeus sempre se opuseram a qualquer tentativa de contagem, por essa razão, esta ocorreu um ano depois de ter ocorrido nos povos vizinhos". (http://pt.wikipedia.org/wiki/Nascimento_de_Jesus - 3º parágrafo)

Com isto você pode facilmente concluir que Jesus foi batizado antes do ano 27 d.C, o que provavelmente teria ocorrido lá pelo ano 23 ou 24 d.C.

Deus o abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pergunta feita por Roseliny, usuária do Y!R, sobre como a Lei pode nos conduzir a Cristo. A Resposta do Rev. Ari foi escolhida pela a autora como a melhor. Acompanhe:

Como a Lei se tornou um tutor que conduzia a Cristo?


(Gálatas 3:24-25) . . .A Lei, por conseguinte, tornou-se o nosso tutor, conduzindo a Cristo, para que fôssemos declarados justos devido à fé. 25 Mas agora que chegou a fé, não estamos mais debaixo dum tutor.

========================
 
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Roseliny

Paz e Bem!

A palavra "aio" ou "tutor" (NVI) vem de uma palavra grega que quer dizer, literalmente, "uma pessoa que conduz uma criança". Os aios na época de Paulo foram servos responsáveis pela proteção dos filhos de seus senhores, levando-os para a escola, corrigindo-os, etc. Não foram os professores, nem os pais, mas serviam para cuidar da criança. É claro que esta função foi temporária. Quando o filho chegou à maioridade, não estava mais sujeito ao aio.

Em Gálatas, Paulo mostra que as pessoas que estavam sujeitas à lei de Moisés no passado não permanecem subordinadas a este "aio". Ele afirma que a lei cumpriu sua função temporária. Por isso, ela não tem o mesmo domínio depois da chegada da fé em Cristo. Ele disse:

"Mas, antes que viesse a fé, estávamos sob a tutela da lei e nela encerrados, para essa fé que, de futuro, haveria de revelar-se. De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé. Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio" (Gálatas 3:23-25).

O aio representa a lei revelada através de Moisés (os Dez Mandamentos e diversas outras regras dadas aos judeus). A fé representa o evangelho de Jesus Cristo. As boas novas de salvação em Cristo já foram reveladas, e ninguém precisa guardar as leis do Velho Testamento para efeito de salvação.

No primeiro século, houve muitos problemas entre cristãos porque alguns não entenderam este fato. Continuaram guardando a lei de Moisés, insistindo, por exemplo, que a circuncisão era necessária para ter comunhão com Deus. Paulo procurou corrigir este erro.

Hoje, há muitas igrejas cometendo o mesmo erro. Algumas ensinam que a lei do sábado ainda está em vigor, e guardam regras sobre alimentos. Outras voltam ao Antigo Testamento para defender o dízimo, o sacerdócio, ou alguma outra prática que fazia parte do "aio".

É um grave erro com terríveis conseqüências: "De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes" (Gálatas 5:4).

Atualmente devemos olhar para a Lei de Deus como um grande benefício para humanidade, visto que nos serve de Freio, Espelho, e Norma, permitindo que possamos viver com relativa harmonia e paz. Pois é esta lei escrita no coração do homem, que o impede de cometer atrocidades, e todo tipo de barbaridade: (Rm 2.14,15).


Além do mais, embora saibamos que a Lei não nos salva, é ela que na hora na evangelização acusa o ouvinte e o leva a perguntar: “... que eu devo fazer para ser salvo"? (Atos 16.30) - nos dando a maravilhosa oportunidade de responder: "Crê no Senhor Jesus e serás salvo...". (Atos 16.31).

De resto, vamos permanecer na liberdade que há em Cristo (Gálatas 5:1).

Deus a abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!
===============

 Comentário do autor da pergunta:
obg pela resposta..mais eu já sou de jesus faz tempo.

===============
Fonte:
Adaptação do texto de Dennis Allan
http://www.estudosdabiblia.net/bd42.htm

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pergunta feita por Tácido, usuário do Y!R, sobre Maria mãe de Jesus e os Protestantes. Veja a Resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Por Que os Protestantes rejeitam tanto a Maria mãe de Cristo nosso Salvador?

Por que este ódio e rejeição dos protestantes a Maria mãe de Jesus ?
1)-Maria não é Deusa, Todo Católico sabe disto, portanto não deve ser adorada, mas deve ser honrada como Cristo a honrou e qualquer filho honra sua mãe - Concordam !!!???
2)-A bíblia ordena: Todas as gerações a proclamarão BEM AVENTURADA - Luc 1,48
3)-Lutero sobre Maria: "É cheia de graça, proclamada para ser inteiramente sem pecado, algo tremendamente grande. Para que fosse cheia pela graça de Deus com tudo de bom e para fazê-la vitoriosa sobre o diabo.” (Martinho Lutero, Livro Pessoal de Oração, 1522 - disponível no museu da reforma, Alemanha)
4)-Calvino: ”Não podemos reconhecer as bênçãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê-la para Mãe de Deus.” (João Calvino, Comm. Sur l’Harm. Evang.,20)
5)-Zwinglio: "Firmemente creio, segundo as palavras do Evangelho, que Maria, como virgem pura, nos gerou o Filho de Deus e que, tanto no parto quanto após o parto, permaneceu virgem pura e íntegra.” (Zwinglio, em ”Corpus Reformatorum”)
6)-Os protestantes se concideram Santos, mas tem dificuldade de aceitar a Santidade de Maria, por que este preconceito não Cristão ? E se algum se Salvar, vai ter que conviver com Maria Santíssima ao lado do filho, pois diz as escrituras:
À vossa direita se encontra a Rainha, com veste esplendente de ouro de Ofir – Salmo 44(45)
7)-Todo protestante é Ex-alguma coisa, Maria nunca foi ex-alguma coisa, portanto é Santa.
Lavem sua bocas imundas antes e depois para falar de Maria a mãe de meu Senhor - Luc.1,43
Os protestantes acham que N. Sr. Jesus Cristo nasceu de Chocadeira ?
8)-COM RELAÇÃO AOS PROTESTANTES SECTÁRIOS: 1Jo 2,19 - "Eles Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos, nem do número dos eleitos.

==============
Resposta do Rev. Ari

Olá Tácito
Boa tarde!

As suas observações a respeito dos protestantes são completamente infundadas. Não há um evangélico sequer que ODEIE Maria. Mas com certeza todos os evangélicos se opõem a adoração a Maria, se opõem a reconhecer Maria como co-redentora, ou mediadora em nossa salvação. Nem tão pouco aceitamos a idéia de que Maria, a exemplo do próprio Senhor Jesus, possa estar em todos os lugares ao mesmo tempo, ouvir a todos, e quem sabe atender todas as orações feitas ao redor do mundo. Isto porque a Palavra de Deus mostra claramente que a obra que Maria tinha para fazer como serva de Deus foi feita até o momento em que os textos bíblicos relatam sobre a vida dela. O que passar disto consiste em deturpação bíblica, arrogância, e mera especulação humana da Palavra de Deus.

Infelizmente alguns não aceitam assim. Acham que por Maria ter sido mãe de Jesus Cristo, ela tenha direito a Onipotência, Onipresença, e Onisciência, atributos estes pertencentes somente a Deus.

Você grosseiramente nos manda lavar a boca antes de falar de Maria. Eu porém, farei melhor que isto, vou orar a Deus e pedir para Ele lavar o seu coração, e abrir o seu entendimento para que você compreenda definitivamente que JESUS é o Único Mediador entre Deus e os homens (a Ele toda Honra e toda a Glória), e como nosso único e suficente Salvador levou sobre Si o castigo que nos traz a paz, nos livrando do inferno e da morte.

Com certeza Maria foi bem aventurada, e sim, cheia da Graça de Deus, e com o auxílio do Espírito Santo, venceu o Diabo dando a Luz ao Filho de Deus, nosso Senhor e Salvador.
Evidentemente também desaprovo qualquer manifestação ofensiva a Maria e a qualquer outro personagem bíblico, ou mesmo personagens de outras religiões. Pois embora cada um tenha direito a expressar livremente sua opinião, ainda assim não será com ofensas contra a religiosidade alheia que o mundo melhorará, e tudo precisa ser feito com decência e ordem.

Quanto às afirmações dos pais da reforma que você citou não há nada de errado. Devemos lembrar sim que Maria foi usada grandemente por Deus para fazer aquilo para o qual o próprio Deus a havia chamado. E com toda a certeza nos deixou um lindo exemplo a ser seguido. Mas só isto. Nada mais.

E se você considera-se a si mesmo como cristão deveria parar de ofender os que pensam diferente de ti, e principalmente parar de usar/distorcer textos bíblicos fora de seu contexto como fez em relação à 1Jo 2.19, pois o texto fala sobre Anticristos, e não sobre a Reforma Protestante, ou pessoas descontentes com sua antiga igreja.

De resto desejo que Deus o abençoe grandemente e te dê sabedoria para entender que catolicismo  não é o mesmo que cristianismo.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Pergunta feita por "Finalizador de Ilusões", usuário do Y!R, sobre se é certo acreditar em um ser(Deus) com super poderes só pq um livro diz isto. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Acreditar em um ser que possui super-poderes só porque está escrito em um livro milenar que ele existe...?


Não seria insensatez??

"Existiam" pelo menos 2000 "divindades" que eram adoradas em uma época muito anterior ao cristianismo. Como alguém pode ter certeza que está adorando o "deus" correto?


A atividade cerebral no momento que alguém diz estar "conversando com deus", é idêntica a atividade de quando a pessoa está falando consigo mesma. Sendo assim, todos os cristãos possuem algum nível de esquizofrenia.

Somente estou expondo a minha opinião. Desculpe se alguém se ofendeu com esses FATOS.

Espero respostas EDUCADAS.

CORREÇÃO:

Todos os cristãos e religiosos em geral, possuem algum nível de esquizofrenia.
Renan D, acreditar em fatos históricos escritos, é diferente de acreditar em seres imortais que supostamente possuem poderes sobre-humanos.

=============

Resposta do Rev. Ari:

Olá Finalizador de Iluzões

Bom dia!

A convicção que um cristão tem de que de fato Deus existe, e que Jesus realmente morreu para pagar a pena pelos nossos pecados, é o resultado da ação do Espírito Santo na vida de todo aquele que crê.

Não se trata de mera escolha aleatória. Nem de opção baseada em cuidadosa observação das religiões existentes, mas tão somente, como eu disse acima, da ação do Espírito Santo de Deus, que através de Sua Palavra nos convence do pecado, da justiça, e do juízo de Deus sobre a vida de todos nós.

Importa saber também que ninguém nasce salvo. Ninguém nasce cristão.

Eu mesmo vivi por muitos anos sem crer em Jesus como Senhor e Salvador. De fato muitas vezes até duvidei da existência de Deus.

O mais interessante é que minha vida não era problemática, nunca usei drogas... nunca matei ninguém...e também nunca cometi qualquer atrocidade. Na verdade me esforçava ao máximo para fazer tudo certo. Mas mesmo assim, no "apagar das luzes", sozinho comigo mesmo, eu me perguntava se a vida era isto, ou teria algo mais.  Em meio a dúvidas eu me questionava: E se eu morresse esta noite, será que eu havia feito o suficiente para ir para algum lugar melhor!?... rsrsrsrs... eu pensava assim porque achava que era possível eu salvar a mim mesmo.

Porém um dia, lembro como se fosse hoje, fui convidado por um amigo para fazer uma visita a sua igreja... rsrsrsrs... minha primeira reação foi cair na risada e perguntar à ele em qual parte do culto o pastor iria pedir dinheiro, porque assim eu poderia levantar e ir embora antes de ser "roubado"...hehehe, que papelão eu fiz...

Bem, como o meu amigo era alguém sério, fiquei com vergonha pela resposta desagradável que havia dado (a risada e a pergunta sobre o dinheiro) e aceitei ir a tal igreja.

Foi realmente uma experiência única. Tudo o que o pastor falava parecia ter algo a ver comigo. Não que ele falasse sobre minha vida pessoal, ou coisa parecida, mas o texto bíblico, o sermão, tudo vinha de encontro as minhas convicções pessoais... ora me acusando....ora me apontando um caminho a seguir...

Enfim...em pouquíssimo tempo eu, que antes ridicularizava a pregação do evangelho, agora estava de joelhos perante o altar do Senhor, chorando feito criança, pedindo perdão a Deus, e dizendo sim, eu reconheço que sou um pecador e creio que Jesus morreu por mim para pagar a pena pelos meus pecados e me dar a vida eterna completamente de graça.

Por quê? Porque aquilo que para mim não passava de ilusão de quem não tem o que fazer, agora era real na minha própria vida. Jesus me salvou.

Quer você acredite ou não, isto é real na minha vida. Quer você concorde ou não, é certo que isto aconteceu em minha vida porque Deus, em Sua infinita bondade e misericórdia, me alcançou através de Sua Palavra com Sua maravilhosa Graça.

Hoje eu sei que devo confiar somente em Jesus Cristo para a vida eterna. No apagar das luzes já não sofro mais com minhas dúvidas porque tenho plena certeza de que não posso salvar a mim mesmo, e de fato nem preciso, pois Jesus já me salvou e me deu gratuitamente um lugar no céu.


Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

===============

Comentário final do autor da pergunta:

Apesar de ter concordado somente com poucas frases de sua resposta, a escolhi como a melhor, devido a seu elevado grau de educação e respeito.

Amigo, vc não sabe como está difícil encontrar alguém que se diz "cristão" e seja realmente educado hoje em dia.


Bom dia e obrigado.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Pergunta feita por Elroberto, usuário do Y!R, sobre perdão dos pecados. Leia a resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Seus pecados serão perdoados depois que arrepender e se converter?

Muitos evangélicos se dizem salvos depois que se converteu,mesmo vindo de pecados condenados na bíblia,como adultério,assassinatos,roubos,violação de todos os tipos e dizem salvos quando se converte nas igrejas evangélicas.


Gostaria de saber se o arrependimento e a conversão sana a divida que a pessoa tem com Deus, por quebrar as leis e mandamentos imposto pelo criador.

Pois até o rei Davi que era abençoado de Deus pagou suas dividas dos pecados cometidos,mesmo depois do arrependimento?

=================
Resposta do Rev. Ari

Olá Elroberto
Boa tarde!

Esta pergunta é muito boa.

É importantíssimo entender que para Deus não há "pecado, pecadinho, ou pecadão"...pecado é pecado e pronto.

Além do mais, todos nós já nascemos pecadores, somos pecadores, e assim permanecemos até a morte... eu você... os outros leitores... enfim, a humanidade inteira. A diferença se dá no fato de que alguns são pecadores que se arrependem dos seus pecados, e outros são pecadores que permanecem impenitentes. E mesmo que alguém nunca venha a matar, roubar, ou adulterar, ainda assim é um pecador perante Deus. Por quê? Porque nossos primeiros pais pecaram, todos nós nos tornamos pecadores: "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram". (Rm 5.12)

Veja bem, você cita as Leis e Mandamentos como algo imposto por Deus, como se isto fosse ruim, porém a Lei de Deus é perfeita, o grande problema é que justamente porque somos pecadores, nós quebramos diariamente estas leis e mandamentos. Ora, não é preciso muito esforço para saber que o homem não consegue cumprir todos os mandamentos e leis, basta ver a situação deplorável em que o mundo está. Podemos assim afirmar que mesmo a Lei de Deus sendo para a vida, ainda assim é impossível ao homem alcançar a vida e salvar a si mesmo, visto que o não cumprimento da Lei o torna pecador perante Deus e fatalmente o condena a morte. Não há como pagarmos pessoalmente a dívida que temos com Deus.

E pra piorar a situação da humanidade a mesma Bíblia que ensina que Deus é amor e ama a todos, ensina também que Ele é Puro e Santo, e portanto, rejeita completamente o pecado. Compreendemos então que quem permanece no pecado, isto é, quem está em divida com Deus, deve morrer eternamente.

Ou seja, se por um lado Deus é amor e não quer nos perder, por outro Ele é Santo e Justo e há de punir o pecador.

Como fica este aparente paradoxo?

É ai que Jesus, o Unigênito de Deus entra em ação. Veja o que a Bíblia diz sobre isto: "Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo".  (Rm 5.17)

Jesus disse: Eu não vim para revogar a Lei, eu vim para cumpri-la.

Eis ai a grande solução de Deus. Pois nós de fato somos pecadores, e definitivamente somos incapazes de cumprir a Lei, e de pagar a divida de pecado para com Deus. Mas veio alguém até nós, Jesus Cristo, que não cometeu pecado algum e foi completamente capaz de cumprir a Lei em nosso lugar, nos livrando por assim dizer da maldição da lei, e do pecado que permanecia sobre nós.

E mais, Jesus não somente cumpriu a lei em nosso lugar, como também morreu a morte que nós deveríamos morrer, para nos dar a Sua vida. Por isto na cruz as últimas palavra de Jesus foram: "Está consumado". Isto é, a dívida está paga. Jesus pagou com sua vida a divida de pecado da humanidade.

Em sua pergunta você usou a seguinte expressão: "...depois que arrepender e se converter?"


Bem, o fato é que não há participação do homem na conversão, ninguém converte a si próprio. Mas quando a Palavra de Deus é anunciada, os ouvintes tornam-se alvos da ação do Espírito Santo. Este por sua vez, os convence do pecado, da justiça e do juízo de Deus, amolece o seu coração de pedra, e Graciosamente lhes oferece a oportunidade de arrependerem-se, e crerem em Jesus como Senhor e Salvador. Pura Obra de Deus no coração do homem perdido.

Conclusão:


Por que os cristãos se consideram salvos e têm certeza de sua vida eterna junto a Deus? Porque quando Deus nos leva ao arrependimento, e nos conduz ao perdão, Ele já não olha para nossos atos, mas sim para os méritos de Cristo na Cruz do calvário, que pagou a nossa dívida por sermos incapazes de pagar por esforço próprio.

Filho, vem pra Jesus! Arrependa-se! Ainda há lugar na casa do Senhor!

Deus o abençoe.

Creia Nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Pergunta feita por "Fulana", usuária do Y!R, sobre se Deus se arrepende ou não. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Deus sente arrependimento das coisas ou não?

1º) Deus jamais se arrepende. (I Samuel 15:29).
2º) Deus se arrepende. (Gênese 6:6) (Êxodo 32:14), (I Samuel 15:11,35), (Jonas 3:10).



Obrigada.

Detalhes Adicionais
Olha, esta pergunta não tem nenhuma intenção de ofender à religião ou as crenças de ninguém, são apenas dúvidas, e gostaria de saber sua posição à respeito.

=================
 
Resposta do Rev. Ari:
 
Olá Fulana
Boa tarde!

A palavra "Arrependimento = Metanóia (Grego)", em seu sentido original significa tão somente "Mudança de direção, ou de Atitude".

Isto quer dizer que a palavra "Arrependimento" originalmente falando, não tem o mesmo sentido de dor, tristeza, ou vergonha por ter feito algo errado, que são sentimentos tão comuns a todos nós.

Por isto você notará que na Bíblia, quando esta palavra aparece relacionada ao pecado, também aparecem as expressões "Confissão", "Reconhecimento de erros", e etc.

Ou seja, biblicamente falando,  a palavra "Arrependimento", quando relacionada ao Pecado, refere-se às pessoas em geral, e é muito mais que mera tristeza por ter feito coisas más..., é mais do que somente reconhecer seus erros, na verdade é:

Reconhecer-se como pecador, confessar seus pecados, e mudar completamente suas atitudes... isto é, ...quem adulterava, que não adultere mais..., quem mentia que não minta mais...., e etc. 

Porém quando a palavra "Arrependimento" refere-se a Deus, ela é usada em seu sentido original, e apenas expressa a decisão de Deus em mudar de atitude com relação a algo, ou alguém. Apenas isto.


Deus te abençoe.

Creia nisto:
JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

==============

Comentário da autora da pergunta: Obrigada por responder, Rev. Ari.


Porém, minha dúvida persiste: Deus, sendo o "Todo Poderoso", como pode arrepender-se, ele não saberia antes que algo não daria certo, como no caso em "Gênesis", que ele arrepende-se por ter feito uma criação?


Obrigada à todos!

domingo, 15 de agosto de 2010

Pergunta feita por Abdul, usuário do Yahoo!Respostas, sobre a Bíblia e os Espíritas. Leia a resposta do Rev. Ari. Acompanhe:

Atenção Espiritas!!!Pergunta direcionada aos cristãos principalmente aos pastores:


No último livro da bíblia, apocalipse no capítulo 22 versículo 15 já existem algumas bíblias revisadas impressas trocando a palavra FEITICEIRO por ESPÍRITA, tudo isso para dizer que os espíritas não seram “salvos”. Por quê????


===============

Resposta do Rev. Ari

Olá Abdul

Bom dia!

Gostaria que você citasse a fonte de sua informação para podermos conferir, e até tomar as providências para evitar tais deturpações da Santa Palavra de Deus.

Realmente não há uma só linha na Bíblia que fale especificamente sobre os Espíritas, mas há dezenas de textos que condenam a prática de consulta aos mortos, além de uma série de outras práticas comuns aos Espíritas, e a todos que de uma forma ou de outra praticam o espiritismo. Evidentemente quem permanece nestas práticas não será salvo. E isto se aplica não apenas aos Espíritas, mas a todos que praticam tais coisas. Além do texto que você mesmo citou veja também os textos abaixo:

Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
Dt 18.:10-12
Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o SENHOR vosso Deus.
Levítico 19:31


Quando alguém se virar para os adivinhadores e encantadores, para se prostituir com eles, eu porei a minha face contra ele, e o extirparei do meio do seu povo.
Levítico 20:6


Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá; serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles.
Levítico 20:27


Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?
Isaías 8:19


E até fez passar a seu filho pelo fogo, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro e ordenou adivinhos e feiticeiros; e prosseguiu em fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira.
2 Reis 21:6


Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira.
2 Crônicas 33:6


E também os adivinhos, os feiticeiros, os terafins, os ídolos, e todas as abominações que se viam na terra de Judá e em Jerusalém, os extirpou Josias, para confirmar as palavras da lei, que estavam escritas no livro que o sacerdote Hilquias achara na casa do SENHOR.
2 Reis 23:24


Deus te Abençoe.
Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

sábado, 14 de agosto de 2010

Pergunta feita por James, usuário do Yahoo!Respostas, sobre a divisão da igreja. A resopsta do Rev. Ari foi escolhida pelo autor como a melhor. Veja:

Pergunta pra Católicos e Protestantes:
Vcs Creêm no mesmo Deus e no mesmo Jesus.Então porque essa divisão???Quem está pregando a verdade????.. Visto que JESUS é a verdade????Foi isso que Ele ensinou???Queria entender o porque dessa divisão.


================


Resposta do Rev. Ari


  1. Olá James
  2. Boa tarde!
  3. Sim, cremos no mesmo Deus criador dos céus e da terra, na Santíssima Trindade, e no Sacrifício de Jesus Cristo, Senhor e Salvador de todo aquele que nEle crê.
Porém não há como permanecermos todos juntos. Entretanto é importante você saber que esta divisão não é resultado de conflito, ou de mera "rabugentice" de um de outro lado, mas sim trata-se do resultado de profundo estudo das Sagradas Escrituras.

E por estranho que pareça é ai que as diferenças começam.

Veja:

- Os Católicos ensinam sobre Purgatório, Veneração a Maria e outros Santos, transubstanciação e etc... além de uma série de outros ensinamentos que fazem parte da vida e tradição da igreja católica.

Nós evangélicos ao examinarmos a Bíblia e não tendo encontrado embasamento para tais práticas católicas, preferimos permanecer fieis aos textos bíblicos, isolando-nos dos demais. O que não acontece entre os próprios católicos visto que eles aceitam não somente a Bíblia, mas também outros documentos e a tradição de sua igreja como regra de fé e pratica cristã.

Com isto o resultado não poderia ser outro senão o que temos hoje. Isto, porém não significa que em Cristo não amemos os Católicos, antes o contrário, o caminho do diálogo permanece sempre aberto.

Como eu sempre digo, no céu não entrarão católicos, luteranos, presbiterianos, batistas, etc... mas sim ovelhas do rebanho do Senhor Jesus Cristo.


Quer ter certeza de que você entrará no céu?

VEM PRA JESUS!

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!



Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

================


Comentário do autor da pergunta:

É bom te lembrar que a igreja protestante ou evangélica também tem seus dógmas e doutrinas que fere os ensinamentos bíblicos... posso te afirmar que algumas são tão grotescas que podem ser chamadas de heresias.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Pergunta feita por Mário, Usuário do Yahoo!Respostas, sobre os batizados em Éfeso. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Por que os homens em Éfeso foram batizados duas vezes? Atos 19:1-7?





=================


Resopsta do Rev. Ari


  1. Olá Mário
  2. Boa noite!
  3. Leia o texto novamente e verás que ele é auto-explicativo, pois quando João batizava, o fazia seguindo uma antiga tradição de batismo para arrependimento de pecados. Algo que João fazia enquanto ele próprio aguardava a vinda do Cordeiro de Deus, Jesus, que como o próprio João diz: Eu batizo em água... Aquele que virá após mim batizará com o Espírito Santo e fogo....

Isto torna claro que não se trata de re-batismo...etc. O verdadeiro batismo é o instituído por Jesus e que deve ser feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Foi com esta preocupação que Paulo fez tal pergunta, e por este motivo batizou aquelas pessoas.

Atos 19.1-7. "E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos, Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João.

Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam. E estes eram, ao todo, uns doze homens".

Deus te abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!



Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Pergunta feita pelo "Pragmático" usuário do Y!R sobre Pecado Original. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Assim como herdamos o pecado de Adão,ainda hoje a gente herda dos nossos antecessores?






=================

Resposta do Rev. Ari
  1. Olá O Pragmático
  2. Boa tarde!
  3. Quando a palavra de Deus afirma que herdamos o pecado de Adão ela não está dizendo que herdamos a culpa moral do pedado, mas sim que herdamos a natureza pecaminosa de Adão e Eva. Isto é, herdamos as conseqüências do pecado cometido por Adão e Eva.

Vale lembrar que a culpa pelo pecado é sempre pessoal e intransferível. Porém, ocorre que após a queda em pecado Adão e Eva perderam a “Imago Dei”, quer dizer, morreram espiritualmente, perderam a santidade, perderam a perfeição, corromperam sua própria natureza que antes era pura, santa e perfeita. Perderam a comunhão com Deus, e finalmente perderam o Livre Arbítrio no que diz respeito às coisas espirituais.

Perderam definitivamente a Imagem de Deus, tornaram-se imagem do pecado, e completamente incapazes de se aproximarem de Deus por esforço, ou mérito próprio. A vontade humana que antes era conforme a vontade de Deus, agora é completamente inimiga de Deus. Esta total corrupção da natureza humana é o que de fato herdamos de Adão.

Do mesmo modo como não herdamos a culpa moral pelo pecado de Adão e Eva, Deus não cobrará dos nossos filhos a culpa moral dos pecados cometidos por nós. Veja o que Deus diz sobre isto em:

Ez 18:19,20 - "Mas dizeis: Por que não levará o filho a iniqüidade do pai? Porque o filho procedeu com retidão e justiça, e guardou todos os meus estatutos, e os praticou, por isso certamente viverá. A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele".

Mas veja bem, uma coisa é a culpa moral, outra são as conseqüências.

P.ex.: Suponha que você resolva cometer adultério e contraia uma doença infecto contagiosa. O pecado é seu, mas como conseqüência é possível que seus filhos nasçam condenados a morte pelo vírus que você contraiu ao pecar, quer dizer, eles não recebem a culpa moral pelo seu pecado, mas sofrem as conseqüências da sua atitude pecaminosa. Foi o que aconteceu conosco em relação a Adão e Eva.

Por isto mesmo Jesus morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados.

Deus o Abençoe.

Creia nisto:

JESUS QUER VOCÊ!!!


Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Perguntado por "Pensador", usuário do Y!R, sobre o Moisés no monte da Transfiguração. A resposta do Rev. Ari foi escolhida como a melhor. Acompanhe:

Como foi que Moisés apareceu na transfiguração junto com Jesus se Moisés já estava morto?



Pensador

===============

Resposta do Rev. Ari

Rev Ari

Olá Pensador
Boa tarde!

A dificuldade de alguns em entender o trecho bíblico que fala sobre Moisés e Elias aparecendo no monte parece estar relacionada a uma suposta "condição" para que isto ocorresse, ou seja, que Moisés deveria ter sido trasladado, sem passar pela morte, como Elias e Enoque. Mas não é isto o que a Bíblia diz: "Moisés, meu servo, é morto; dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel." Josué 1:2


Parece-me também que, segundo o entendimento de alguns, outra condição para que Moisés pudesse ser visto seria que tivesse já ressuscitado a fim de poder ser visto no monte da transfiguração. Mas a Bíblia não fala sobre nenhuma suposta "ressurreição antecipada" de Moisés antes da ressurreição de Cristo.


Vejamos agora o que está escrito no Livro de Apocalipse: "Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam. Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? Então, a cada um deles foi dada uma vestidura branca, e lhes disseram que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram." Apocalipse 6:9-11


Nenhuma dessas pessoas ressuscitou até agora. Ressuscitarão no último dia, como está escrito: "De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia." João 6:40


Após o exposto, entendamos que toda a dificuldade de compreensão do texto bíblico sobre a transfiguração desaparece se atentarmos para isto: "E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele." [A expressão] "Falando com ele" nos pode revelar algumas (...)conclusões:

1- O Senhor Jesus Cristo é a autoridade soberana e suprema dos céus e da terra. Nada fica fora de sua autoridade. Ele tem a autoridade de fazer a comunicação entre o céu e a terra, tem autoridade sobre a alma dos vivos e dos mortos e tem autoridade sobre o tempo e o espaço. Logo, estando Ele presente, tudo é possível.

2-Interessantemente, a Bíblia não cita que Moisés ou Elias tenham falado com Pedro, Tiago e João, mas fala que Moisés e Elias estavam "Falando com Ele" (Jesus), apenas. Outro ponto interessante é este: "Então, eles, levantando os olhos, a ninguém viram, senão Jesus."


Isto significa que a visão que tiveram Pedro, Tiago e João além de não ser um acontecimento deste mundo, estava totalmente sujeita à presença do Senhor Jesus. [A transfiguração de] Jesus os levou a uma experiência sobrenatural divina elevada a ponto de ouvirem a voz do Pai: "Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi."


O que ocorreu foi a elevação dos apóstolos às dimensões espirituais celestiais, o que foi feito pela autoridade de Cristo, [Senhor e doador da vida]. Essa dimensão espiritual elevadíssima é onde estão Moisés e Elias agora [junto aos demais descritos em Ap 6.9-11], em estado de consciência. A visão que tiveram [não tem nada a ver com reencarnação, e também] não implica em nenhuma ressurreição antecipada, (...) de Moisés antes de Cristo ressuscitar [nem em consulta aos mortos como insistem alguns]. Ao terminar o período da visão concedida aos apóstolos pelo Senhor Jesus, eis que a realidade desta existência, em sua cronologia estabelecida por Deus, foi observada e vista: "Então, eles, levantando os olhos, a ninguém viram, senão Jesus."


Deus o abençoe.

Creia nisto:JESUS QUER VOCÊ!!!

Rev. Ari Fialho Júnior
Teólogo Luterano
Soli Deo Gloria!

Fonte(s):
http://www.gostodeler.com.br/materia/3267/a_transfiguracao_no_monte_da_transfiguracao_jesus_cristo_elias_e_moises.html

================


Comentário final do autor da pergunta:

Caro amigo, achei sua resposta a mais conscistente , em especial o ponto 2.

Gostei das explicações.
PARABÉNS

Forte abraço.